Páginas

quinta-feira, 2 de junho de 2016

RESENHA: "Desacerto" EP - Plague Rages

Hoje é dia de reverenciar uma excelente ideia, em um período que o amor pela musica é testado efetivamente, novas maneiras de reviver essa relação é trazer outras dinâmicas para que seu trabalho chegue aos ouvidos de seus fãs, e foi isso que o Plague Rages executou no seu EP Desacerto.
Gravado, mixado, masterizado no estudio Duna pelo baixista Kiko, também integrante do Reiketsu, o EP foi lançado exclusivamente no instagram, e sim, com 1:23 divididos em 5 faixas sujas e extremas que representam a história de uma das entidades do grindcore brasileiro.
"Ascenção" abre o EP mesclando blast beats e crust, a faixa é um atropelo, na sequencia temos "Queda" seguindo a mesma linha. Minha favorita é "Desacerto", por que? grind começando no D-beat tropeço sempre deve ser reverenciado em qualquer lugar do mundo. Fechando esse petardo temos "Irracional" e "Apatia", essa ultima me levou a época que conheci a banda, quando alternava no sonzão maravilhoso de casa entre eles e os belgas do Agathocles, tiro curto, mincecore nefasto.
Se tem malditos 10 minutos para descer a barra de rolagem do seu celular vendo perfis horriveis no instagram, tera 1:23 disponível para cansar os ouvidos nesse EP maravilhoso do Plague Rages, porrada na orelha.
Nota: 8.2 Links relacionados: https://www.facebook.com/plaguerages
http://plaguerages.bandcamp.com/